Que a luz do evangelho do cristo possa estar em seu coração iluminando o caminho de outras pessoas.

Bem aventurados os que são misericordiosos - ESE - Cap. 10 - Itens 14 a 18 - Lis Soler

Aconteceu no túmulo de Allan Kardec



Extraído do site:
http://www.oconsolador.com.br/44/humberto_werdine.html

Texto de: HUMBERTO WERDINE
humberto.werdine@chello.at
Viena (Áustria)

Gostaria de narrar a vocês dois fatos muito interessantes, que aconteceram comigo e que se interconectam a respeito do túmulo de Allan Kardec. O primeiro deles se deu há mais de dez anos, quando ainda não morávamos na Europa. Eu sempre tive curiosidade e vontade de visitar o túmulo de Allan Kardec no cemitério de Père-Lachaise. Este cemitério se encontra numa cidade extraodinária, Paris, onde até um cemitério é ponto turístico e está entre seus dez pontos mais visitados. Ali estão depositados os restos mortais de artistas, políticos, escritores, cientistas e poetas. Podemos visitar, por exemplo, os túmulos do pianista Chopin, do escritor de fábulas infantis La Fontaine, do pai da Homeopatia – Hannemann –... Dentre outros.

Na ocasião, convidei um amigo brasileiro, que morava em Paris, para que fosse comigo ao cemitério, já que não falo francês. Ele gostou muito da idéia, pois era um simpatizante do Espiritismo.

Quando chegamos à porta de cemitério, procurei a entrada administrativa, onde perguntamos à atendente como nós poderíamos localizar o túmulo de uma pessoa que morreu no século passado (esta visita se deu em 1994), tendo como nome Hippolyte Léon Denizard Rivail. A atendente, com um largo sorriso, nos respondeu:

– Vocês, então, querem visitar o túmulo de Allan Kardec? Ele é um dos cinco mais visitados do cemitério e também o túmulo que tem mais flores, não há como errar! Vejam a fotografia dele ali na parede.

Olhei para o lado e vi a fotografia que ela mencionara. Realmente mostrava o dólmen com o busto de Allan Kardec com flores em profusão. Neste momento, descobri um fato interessante... Esta fotografia era um cartão postal, vendido nas lojas locais.

Bom, adentramos o cemitério e localizamos o túmulo de Kardec com facilidade, já que era realmente o mais florido e visitado.

Ao chegarmos, me aproximei com respeito e carinho, pois lá estava o que restava do corpo físico de nosso querido codificador. Entrei num momento de profunda oração e meditação...

Quando me dei conta, estava ao meu lado uma senhora com uma jovem, de mais ou menos 15 anos de idade, que andava com certa dificuldade, às vezes fazendo uso de uma muleta. A jovem segurava um buquê de flores belíssimas e ambas se encontravam emocionadas. Elas se ajoelharam, depositaram as flores e ficaram algum tempo em oração. Tipicamente eram católicas, pois seus atos se assemelhavam ao que ocorre no dia de finados no Brasil.

Após suas orações, quando elas acariciavam o busto de Kardec, solicitei ao meu amigo que perguntasse o motivo das flores; se elas eram espíritas; se sabiam quem estava ali enterrado... A senhora então respondeu:

– A minha filha estava com uma doença muito séria nos ossos e os médicos já haviam me informado que não poderiam fazer mais nada por ela, que ela ficaria em cadeiras de rodas, a degeneração óssea seria contínua e ela não viveria mais do que dois anos. Eu não podia aceitar esta tragédia. Como sou católica, procurei o padre da Igreja de Sacré Coeur e, chorando muito, me desabafei com ele. No meu desespero, pedi que ele intercedesse junto a Maria para que curasse minha filha. Ele me disse:

... "Vou sim rezar a Maria e ela vai te atender dentro do merecimento de sua filha. Os caminhos que Deus usa para realizar estes milagres são ainda desconhecidos por nós. Mas já ouvi de alguns fiéis que há um túmulo em Père-Lachaise, que Deus está utilizando para que alguns milagres ocorram. É o túmulo de Allan Kardec, inventor da seita do Espiritismo no século passado. Eu mesmo já fui visitá-lo. Senti ali uma paz diferente, que me reconfortou a alma, mas, também, me senti estranho, pois fiquei pensando por que Deus utilizaria alguém não católico para fazer estes milagres? Ao mesmo tempo, eu mesmo respondi: os desígnios de Deus são insondáveis... Então, minha filha, vá a este túmulo, leve algumas flores e peça a Maria que use aquele servo para que sua filha seja curada".

– Vim imediatamente aqui com minha filha, pedi a Maria para que fizesse este milagre e curasse minha filha. Isto ocorreu há quase dois anos atrás... Vejam vocês agora como minha filha está quase totalmente curada, quando, de acordo com a medicina, ela já deveria estar morta ou totalmente atrofiada numa cadeira de rodas. Quando ela começou a melhorar, fui com ela aos médicos, que ficaram totalmente surpresos e me disseram que eles nunca tinham presenciado nada igual. Para mim, foi um milagre de Maria, que utilizou Allan Kardec para salvar minha filha. Eu não sou espírita, mas reconheço que esta alma está ao lado de Jesus e para mim é um de seus santos. Todo mês, eu e minha filha vimos aqui para depositar estas flores, agradecer e pedir a ele que ajude outras mães em desespero.

Agradecemos o relato e ficamos observando mãe e filha fazerem o sinal da cruz e se retirarem. Fiquei um pouco naquele local e verifiquei que muitos transeuntes, caminhando pela rua principal que passa ao lado do dólmen, paravam, olhavam o túmulo cheio de flores, liam o que estava escrito no dólmen, depositavam também algumas flores e seguiam adiante.

E, naquele dia, fiquei pensando com meus botões... Como são diversos os caminhos que a Espiritualidade Superior utiliza para que o Espiritismo seja redescoberto na França. Será que alguns daqueles transeuntes que depositaram as flores ali ao acaso não voltariam um dia para uma oração mais demorada e, quiçá, se interessar pela Doutrina Espírita? E como duvidar do relato daquela mãe?

Gostaria de ressaltar aqui que a minha posição é de respeito à fé de qualquer pessoa; não posso fazer apologia e dizer que o túmulo de Allan Kardec faz milagres. Seria ilógico. Porém, posso assentir que há algo especial naquele lugar. Eu mesmo senti um reconforto muito grande, uma sensação de aconchego e paz todas as vezes que lá estive... Poderia ser impressão? Talvez sim...

COMENTÁRIO DO ADMINISTRADOR DESTE BLOG : Um guia turístico na cidade de Paris conta que os antigos cemitérios eram ao lado das igrejas. Onde cada familia escolhia ter seu ente querido enterrado junto áqueles mais importantes expoentes como Allan Kardec e outros. Como estes pequenos cemitérios encontravam-se quase repletos foi construído um novo cemitério, porém ninguem queria enterrar seu familiar neste novo local. O Administrador do cemiterio não viu outra solução a não ser remover todos os restos mortais destes expoentes da história como Allan Kardec para o novo cemitério, e assim foi que todos as pessoas começaram a aceitar o novo espaço.

O BRASIL NA VISÃO DOS AMERICANOS ( REPORTAGEM DA TV AMERICANA)


Querido(a) amigo(a do nosso blog, estive fora alguns dias, motivo pelo qual não foi possível atualizar o blog com postagens.
Esta video foi enviado pelo nosso querido amigo Machado, amigo desde os dias de "Tiro de Guerra" em Uberaba-MG. Hoje ele se encontra domiciliado em Porgual e muito tem deste sentimento de patriotismo e amor pela nossa terra chamada Brasil.
Como nosso codificador Alan Kardec disse, que não existem coincidências ou nada é por acaso, estive nestes dias ausente do Brasil, visitando Portugal/Espanha/França. Paises ricos de histórias, como a cidade de Toledo(que significa Pedra) que foi fundada em 182 anos ANTES DE CRISTO tendo sido ao longo dos anos invadida por diversos povos como muçulmanos, romanos e etc, contribuindo com as riquezas de suas culturas.
Em todos os momentos que estive interagindo com pessoas destes Paises, fiz questão de dizer que era Brasileiro, pois se o Brasil ainda tem no exterior imagens negativas que não valem destacar, seguramente está mudando para ter imagens mais positivas. Um Pais de grande Religiosade onde todos os credos convivem de forma harmoniosa e que já está sendo a Patria do Evangelho(Leia Livro: Brasil, Coração do Mundo e Patria do Evanragelho). Outra imagem que o Brasil esta tendo no exterior é de um País que está crescendo e não é uma bolha, exatamente como o conteúdo do video. Amigo(a), acredite que muito temos que ensinar e aprender com todos os povos.
Aprender e respeitar, eis o lema a ser seguido. Respeitar a Diversidade do outro, sem querer que o outro seja igual a nós.

Administrador do Blorg: Lúgero